Turismo de Paris com quebra de 750 milhões, não por causa do terrorismo e das cheias, mas porque Sócrates deixou de aparecer

Mário Botequilha 24 de Agosto de 2016

O turismo francês vive uma grave crise. No início, julgava-se que era por causa da ameaça terrorista, das cheias e de François Hollande mas entretanto percebeu-se que a culpa é de José Sócrates, que deixou de almoçar e comprar peúgas em Paris. Alguns franceses culpam o golo do Éder.

Tópicos

Últimas

Do arquivo