Justiça vai arrestar mil milhões de euros em contas dos Espírito Santo e 500 euros em barracas onde eles brincavam aos pobrezinhos

Vítor Elias 23 de Agosto de 2016

O juiz Carlos Alexandre pediu à PJ para arrestar mil milhões de euros das contas dos antigos responsáveis do BES e do GES, mais, sabe o IP, 550 euros em barracas da Comporta onde os Espírito Santo gostavam de brincar aos pobrezinhos. As barracas de contraplacado fazem parte de um condomínio conhecido na família Espírito Santo como “a favela” e era nelas que Ricardo Salgado gostava de fingir que era um beneficiário do RSI ou o Marinho e Pinto sem dinheiro para viver digamamente em Lisboa com o salário de eurodeputado.

Tópicos

Últimas

Do arquivo