Mais de metade dos portugueses não viaja de férias porque estão à espera que a Galp os convide

Vítor Elias 16 de Agosto de 2016

Segundo os dados do Instituto Nacional de Estatística, 56,7% dos portugueses não viajaram durante as férias por razões económicas, por questões de saúde e, apurou o IP, principalmente por estarem à espera que a Galp lhe pague viagens a Paris, à Polinésia Francesa ou à Manta Rota, como fez ao secrerário-de-Estado Rocha Andrade. 56,7% dos portugueses espera assim viajar à pala para Armação de Pêra e, caso a viagem chegue aos jornais, devolverem o valor da viagem e dos gelados.

Tópicos

Últimas

Do arquivo