Presidente da Caixa Geral de Depósitos já pode ganhar 50 000 euros por mês para ex-políticos terem mais uma saída profissional quando saem dos governos

Vítor Elias 9 de Junho de 2016

Se até agora o presidente da CGD tinha um tecto salarial como qualquer responsável por uma função pública, agora o presidente do banco público pode ganhar 46 000 euros por mês, tudo a bem dos ex-políticos que, após saírem dos governos, estavam limitados à administração de bancos e empresas privadas. A justiça constitucional já foi assim reposta e qualquer ex-ministro, no futuro, poderá sair directamente do Governo para a presidência de uma empresa pública pelo salário do Zlatan Ibrahimovic.

Tópicos

Últimas

Do arquivo