#TáGanho: Mãe Dolores ficou 9 horas a autografar bananas da Madeira em frutaria perto da Feira do Livro

João Henrique 6 de Junho de 2016

É a loucura total. Tal como os escritores, a mãe do melhor jogador do mundo também passou a tarde toda a autografar a sua última obra, a Banana da Madeira, que já vendeu em 2016 mais de 20 mil toneladas e já vai na 186ª edição. Dolores Aveiro escreveu dedicatórias personalizadas nas bananas, nas cascas e teve uma altercação com um senhor que queria um autógrafo numa banana da Costa Rica. A Mãe parte hoje para França num Hercules C-130 com mais de uma tonelada de bananas da Madeira para abastecer a Selecção.

Tópicos

Últimas

Do arquivo