Paulo Portas despediu-se ontem e para todo o sempre do Parlamento e regressou esta manhã

Mário Botequilha 3 de Junho de 2016

Ontem foi o último dia de Paulo Portas como deputado da Assembleia da República. O antigo presidente do CDS fez um discurso emotivo a avisar que se ia embora e nunca mais voltava, recebeu elogios dos amigos e mimosos barrotes nas costas dos adversários, considerou a sua decisão irrevogável e partiu sob um forte aplauso de três pessoas para nunca mais voltar. Até esta manhã, quando apareceu no grupo parlamentar do CDS e picou o ponto.

Tópicos

Últimas

Do arquivo