Movimento de colégios cita Marcelo dizendo que o Presidente concorda com o bombardeamento das escolas públicas

Mário Botequilha 27 de Maio de 2016

Uma agência de comunicação divulgou declarações de Marcelo Rebelo de Sousa de forte apoio ao movimento dos colégios privados. O presidente, diz o PÚBLICO, não ficou satisfeito. Mas há pior: esta tarde, a mesma agência garante que Marcelo, enquanto comandante em chefe das Forças Armadas, disponibilizou meios da Força Aérea e da Armada para bombardear escolas públicas que fiquem demasiado próximas das escolas privadas. Amanhã, sábado, será feito um primeiro teste fazendo ir pelos ares uma escola secundária em Gondomar.

Tópicos

Últimas

Do arquivo