Fim das notas de 500 euros: Marinho Pinto é contra porque é impossível alguém tomar o pequeno-almoço só com uma nota de 200

Mário Botequilha 23 de Fevereiro de 2016

Querem acabar com as notas de 500 euros. Marinho Pinto, que já se afirmou pobre e que só por isso aceitou receber o “vergonhoso” salário de eurodeputado de 17 mil biscas, está contra. Diz que fica sem dinheiro de bolso para tomar o pequeno-almoço. “Não se consegue comer um galão e uma bucha em Lisboa só com uma nota de 200. Vejam lá isso. Tenham respeito pelos pobres como eu”, diz o homem.

Tópicos

Últimas

Do arquivo