Cada voto em Marcelo custou 0,07 euros aos portugueses ao contrário de cada voto em José Sócrates e Passos Coelho que custou-lhes os olhos da cara

Vítor Elias 26 de Janeiro de 2016

Cada voto em Marcelo Rebelo de Sousa custou aos contribuintes portugueses apenas 0,07 euros, uma pechincha comparada com os votos em José Sócrates que custaram-lhes a bancarrota e os votos em Passos Coelho que custou a muitos o emprego. Já cada voto em Sampaio da Nóvoa ficou em 0,000000001 bitcoins, a moeda do “Novo Tempo”.

Tópicos

Últimas

Do arquivo