Fisco pode vir a aceder às contas bancárias e ao próprio cérebro dos contribuintes

João Henrique 22 de Janeiro de 2016

A medida já consta no Orçamento de 2016. O Ministério das Finanças vai passar a ter acesso directo a informações bancárias dos cidadãos, permitindo cruzar os dados entre os rendimentos declarados e as manifestações de fortuna. Mas o governo pretende ir ainda mais longe no combate à evasão fiscal. “Queremos ter acesso a todos os pensamentos e dados guardados no cérebro de todos os portugueses. Assim vamos controlar o fluxo financeiro do dinheiro vivo, vamos ter acesso à maneira de pensar dos contribuintes e como funciona o seu perfil moral, pois existe muita riqueza escondida no offshore do córtex cerebral. Muitos contribuintes ainda não fogem ao fisco. Mas quando tiverem dinheiro, nós já sabemos quem vai fugir. É uma traquitana parecida com a do filme “Relatório Minoritário” do Spielberg”, revelou Mário Centeno.

Tópicos

Últimas

Do arquivo