Furacão Alex junta-se à campanha das presidenciais e ao debate quinzenal no Parlamento e cria tempestade perfeita

Mário Botequilha 15 de Janeiro de 2016

Há um problema um bocado incómodo que pode dar cabo dos parquímetros de Norte a Sul: o furacão Alex deu uma volta, foi de encontro à campanha das presidenciais, chocou de frente com o debate quinzenal de hoje no parlamento e deu origem à maior tempestade perfeita desde que a presidência de Cavaco coincidiu com o governo Passos/Portas. MB

Últimas

Do arquivo