Garcia Pereira despedido por ‘anti-comunismo primário’ já encontrou emprego no ‘Observador’

Vítor Elias 19 de Outubro de 2015

Garcia Pereira, despedido do PCTP-MRPP por “anti-comunismo primário”, pediu uma carta de recomendação ao partido que atestava a sua visceral repugnância pelo marxismo e, como a carta, conseguiu imediatamente emprego no “Observador”. Garcia Pereira vai começar como estagiário para aprender o que é ser um anti-comunista a sério com o José Manuel Fernandes. VE

Tópicos

Últimas

Do arquivo