Casillas chegou hoje ao Porto e já foi constituído arguido no processo dos seguranças ilegais

Mário Botequilha 7 de Julho de 2015

O Ministério Público foi ao aeroporto receber o novo reforço portista, Iker Casillas, e interrogou-o no âmbito do processo de segurança ilegal que alegadamente envolve o dirigente do FCP Antero Henrique. A tese dos procuradores é a de que o guarda-redes espanhol assegura alguma segurança na baliza e por isso está certamente envolvido no caso. Casillas defendeu-se com o argumento de que até é pouco seguro e que, nos últimos anos, desenvolveu uma habilidade especial para ser um desastre a sair dos postes e por isso continua em liberdade. MB

Tópicos

Últimas

Do arquivo