Diretor geral dos impostos sai por não estar na guest list

Alexandre Parreira 21 de Março de 2015

O diretor-geral da Autoridade Tributária e Aduaneira apresentou esta semana a sua demissão na sequência do escândalo da lista VIP das Finanças. As suas razões são muito claras como explicou ao INIMIGO PÚBLICO: “É claro que a lista existe e eu já a li, pelo menos, 35 vezes com toda a atenção. É um escândalo e alguém tem que tomar medidas. Não se percebe como é que o diretor-geral dos impostos não está na lista.” O INIMIGO contactou o Presidente da República para saber se está atento a esta grave descriminação que põe em causa o regular funcionamento das instituições e Cavaco Silva apenas disse: “Eu não falei em Fisco. O que eu disse foi que o Governo, citando o Papa Francisco numa referência indireta à opinião das Nações Unidas baseadas num provérbio chinês, referido, de passagem por um individuo que nem conheço, sublinhou que o Banco de Portugal disse que está tudo mesmo fixe”. AP

Tópicos

Últimas

Do arquivo