Relatório do FMI já tem música de apoio das autoras do hino ‘Sócrates sempre presente’

Mário Botequilha 20 de Março de 2015

O relatório do FMI que reviu em baixa as previsões para a economia portuguesa deu origem a uma bela canção que, diz quem ouviu, remete para Jacques Brel com a boca cheia de bolas de algodão a cantar no fundo de uma piscina.

A letra é de Subir Lall e de Christine Lagarde mas a música e orquestração ficaram a cargo das autoras do hino “Sócrates sempre presente”, o mesmo que a New Musical Express comparou a “um uivo telúrico que ecoa nas entranhas da Terra desde os primeiros mamíferos, a morte de Isolda em versão da Mocidade Portuguesa para adufe e ferrinhos”. MB

Tópicos

Últimas

Do arquivo