Passos Coelho não discutiu caso BES com a ‘troika’ mas sim com ‘as instituições’

Vítor Elias 17 de Março de 2015

Pedro Passos Coelho garantiu à comissão parlamentar de inquérito ao caso BES/GES que não discutiu com os membros da ‘troika’ os problemas que se foram acumulando no Grupo Espírito Santo (GES) e no Banco Espírito Santo (BES), mas admitiu ao IP tê-los discutido com “as instituições”, que lhe terão dito, não para deixar afundar o banco, mas apenas para “permitir que se afogue o ganso”. “Sobre esse assunto não recebi ordens da Alemanha, apenas da ‘Germânia’”, concluiu. VE

Tópicos

Últimas

Do arquivo