Ex-sindicalista Carvalho da Silva ‘disponível’ para ser Presidente da República desde que não tenha de trabalhar no Palácio de Belém mais de 48 horas por semana

Vítor Elias 13 de Março de 2015

Carvalho da Silva mostrou-se “disponível” para ser candidato a Belém, mas o ex-sindicalista já avisou que não contem com ele, caso seja eleito, para trabalhar mais de 48 horas por semana. “Começo a ler dossiers às 9h30 e antes das 17h00 já piquei o ponto”, avisa Carvalho da Silva. “E quero um subsídio de assiduidade por comparecer a tempo e horas às comemorações do 10 de Junho e não posso ser eu apenas o Presidente da República. Todos os membros do Comité Central do PCP também têm de ser Presidentes da República, através de um processo de contratação colectiva”, concluiu. VE

Tópicos

Últimas

Do arquivo