António Costa decide que as taxas de 4,6 milhões que perdoou ao Benfica vão ser pagas por Alfredo Barroso

Mário Botequilha 26 de Fevereiro de 2015

Alfredo Barroso demitiu-se do PS por ter apanhado uma fúria com o discurso de Costa aos empresários chineses em que parecia Paulo Portas ou Marques Mendes. O presidente da câmara de Lisboa não gostou e decidiu que os quase 5 milhões de euros em taxas que ia perdoar ao Benfica, afinal vão entrar na câmara mas através da carteira de Barroso. António José Seguro está disponível para liderar o partido. MB

Tópicos

Últimas

Do arquivo