Ricardo Salgado chama ‘mastins’ a quadros do Banco de Portugal e tem saudades do chihuahua Vítor Constâncio

Vítor Elias 9 de Dezembro de 2014

Ricardo Salgado chamou “mastins” aos quadros do Banco de Portugal por lhe abocanharem as contas como cães de fila alimentados a tofu, lembrando ao IP com saudades os tempos em que no BdP não existiam semelhantes criaturas. “Que saudades do Vítor Constâncio, esse amoroso chihuahua, esse adorável e solícito cão-guia de invisuais que liderava o BdP e me buscava as pantufas”, desabafou Ricardo Salgado, melancólico por já não ter dinheiro para contratar Cesar Milano e domar todos os rafeiros da supervisão. VE

Tópicos

Últimas

Do arquivo