Segredo de Justiça foi mais uma vez violado: cozido à portuguesa que Sócrates almoçou na prisão tinha arroz, feijão, batata, cenoura, nabo, couve, frango, entrecosto , entremeada, orelha, chispe, chouriço, farinheira e morcela

António Marques 26 de Novembro de 2014

O Segredo de Justiça em relação a José Sócrates foi brutalmente violado logo no seu primeiro dia de prisão na penitenciária de Évora, pois de forma chocante os jornais noticiaram não só o primeiro almoço de Sócrates na cadeia, cozido à portuguesa, mas inacreditavelmente foram ainda mais longe e publicaram para gáudio da populaça, os ingredientes secretos do cozido à portuguesa. O advogado de Sócrates diz que isto é muito grave e exige a anulação do processo e a libertação imediata do antigo primeiro-ministro. Marinho Pinto teve uma apoplexia. A.M

Tópicos

Últimas

Do arquivo