José Sócrates pode ficar em prisão preventiva até 2018 e sair ainda a tempo de se candidatar às legislativas de 2019

Mário Botequilha 25 de Novembro de 2014

A prisão preventiva de Sócrates poderá durar 40 meses. O antigo líder do PS, sob determinadas condicionantes processuais, poderá ficar detido até 2018 e sair ainda a tempo de ser candidato a primeiro-ministro nas Legislativas de 2019 ou a chefe de estado nas Presidenciais de 2021 ou a administrador do condomínio entre uma coisa e outra. MB

Tópicos

Últimas

Do arquivo