Governo cria novo imposto sobre o uso de sacos de plástico pelo que os sem-abrigo vão passar a pagar mais impostos que a EDP

António Marques 10 de Julho de 2014

Depois de declarar guerra aos funcionários públicos e aos reformados, o governo declarou guerra aos sacos de plástico, que juntamente com os programas da manhã da RTP, SIC e TVI, são os maiores flagelos ecológicos do planeta.

O governo apresentou a Reforma da Fiscalidade Verde, que prevê um imposto sobre os sacos de plástico, medida que afecta com gravidade os sem-abrigo, que carregam consigo em média 780.000 sacos de plástico. O ministro do Ambiente Moreira da Silva explicou que os sem-abrigo devem usar ecológicos sacos de papel reciclável, que não causam dano ao ambiente. Por seu lado, António José Seguro já prometeu que, depois de acabar com os sem-abrigo, acaba com os sacos de plástico. A.M

Tópicos

Últimas

Do arquivo