Ministério reage à greve dos médicos com reforço da campanha da ejaculação precoce nos intervalos dos jogos do Mundial

Mário Botequilha 8 de Julho de 2014

O ministério da saúde acaba de nacionalizar a campanha sobre a ejaculação precoce que invadiu os intervalos dos jogos do Mundial.

Um jipe da GNR foi esta manhã à Sociedade Portuguesa de Andrologia e levou tudo o que havia sobre o assunto. A intenção de Paulo Macedo é mostrar que os médicos paralisam mas o governo não dá tréguas à maior ameaça à saúde pública em Portugal a seguir à micose dos frangos. MB

Tópicos

Últimas

Do arquivo