Presidência teme que Alberto João Jardim aproveite o Conselho de Estado para morder a Cavaco

Mário Botequilha 27 de Junho de 2014

O presidente convocou o Conselho de Estado para debater Isaltino Morais, a selecção, a Troika e a moda de calções de banho para esta época balnear.

Alberto João Jardim, segundo o Público de hoje, gastou 500 mil euros num estudo para provar que não era despesista e deverá comparecer neste órgão de consulta de Belém para morder ao presidente e marcar território nas guaritas da GNR. “O Alberto João e o uruguaio Luis Suarez são primos por parte do complexo industrial-militar da banana Chiquita. Estamos atentos”, promete o SIS. MB

Tópicos

Últimas

Do arquivo