CDS-PP quer criminalizar praxes académicas excessivas mas permite que envolvam submarinos

Vítor Elias 28 de Abril de 2014

O CDS-PP vai propor no Parlamento a criminalização das praxes académicas excessivas, mas isso não implica que os estudantes não possam usar submarinos nas mesmas.

“Oiça, os submarinos são a coisa mais natural do mundo, tão natural como o coito entre homem e mulher”, explicou Paulo Portas. “Por isso, oiça, se os estudantes quiserem atar os caloiros ao submarino ou forçarem-nos a simular sexo oral ao periscópio, por nós tudo bem. Simular sexo oral a um computador ‘Magalhães’, isso é que já é excessivo e inadmissível”, concluiu. VE

Tópicos

Últimas

Do arquivo