Ricardo Quaresma perde a cabeça com o aumento de impostos de 5284 milhões de euros em 2013 e tenta chegar a vias de facto com o governo

Mário Botequilha 31 de Março de 2014

Segundo o INE, o défice de 2013 ficou pelos 4,9% do PIB, apesar do aumento brutal de impostos.

A carga fiscal aumentou 5284 milhões de euros, no ano passado, o que deixou Ricardo Quaresma maluco. O jogador, a exemplo do que aconteceu ontem no final do jogo com o Nacional, pediu satisfações a Maria Luís Albuquerque, insultou todas as equipas das finanças das últimas décadas e foi impedido pelos colegas de partir para a ignorância à entrada para o conselho de ministros de hoje que decidiu como Passos, Portas e companhia vão continuar a estragar a vida aos portugueses em 2015. MB

Tópicos

Últimas

Do arquivo