Merkel diz que apoia qualquer decisão de Portugal que coincida com a decisão da Alemanha sobre o pós-troika

António Marques 22 de Março de 2014

Após uma primeira visita no início do mandato, Passos Coelho visitou pela 2ª vez Angela Merkel (Como Passos envelheceu em 3 anos!

Em 2011 parecia o neto de Merkel, em 2014 parece o pai de Merkel!) e foi recebido pela chanceler com um aperto de mão e 2 beijinhos, recepção algo fria quando comparada com a primeira, quando Merkel deu um longo e húmido linguado a Passos. Passos agradeceu “a ajuda recebida da chanceler e do Governo alemão“, algo como um tipo raptado agradecer ao seu raptor por ter recebido pão e água durante o rapto. Já Merkel afirmou que “a Alemanha apoiará qualquer posição que Portugal tome sobre a saída do programa de ajustamento“ realçando contudo, de forma subtil, que “ficarei feliz se Portugal optar por uma saída limpa e ficarei furiosa se Portugal optar por um programa cautelar“ . Passos Coelho afirmou que “o Governo não tomou ainda uma decisão final“. Segundo o que o IP apurou, a decisão foi transmitida por Merkel a Passos, numa carta escrita em alemão. Quando Passos chegar a Lisboa, vai pedir a Herman José que a traduza, para então anunciar a decisão do governo sobre o pós-troika. AM

Tópicos

Últimas

Do arquivo