Bruno de Carvalho queixa-se que erro do árbitro que beneficiou o Sporting não foi erro grosseiro

Vítor Elias 17 de Março de 2014

O Sporting venceu o FC Porto com uma arbitragem polémica, mas mesmo assim Bruno de Carvalho está furioso com Pedro Proença.

Ao que o IP apurou, o presidente leonino exigia que o golo do Slimani tivesse sido antecedido de um “fora-de-jogo garrafal, de uns bons quatro ou cinco metros”. “Os outros são sempre beneficiados por erros grosseiros e roubos de igreja, nós só somos beneficiados por erros elegantes e roubos de presbitério”, queixou-se Bruno de Carvalho, indignado. VE

Tópicos

Últimas

Do arquivo