Cavaco faz edredão de penas com cagarra que apoiava o manifesto dos 70

Mário Botequilha 13 de Março de 2014

Depois de ter forçado a exoneração de Vítor Martins e Sevinate Pinto, os dois conselheiros do presidente que subscreveram o manifesto que apela à reestruturação da dívida, Cavaco descobriu que uma das suas cagarras também concordava que a dívida é impagável, apertou-lhe o gasganete e fez “pombo” na púcara para o almoço, um espanta espíritos com os ossos, dois cinzeiros com as patas e um edredão de penas com o resto. Sevinate está bem. MB

Tópicos

Últimas

Do arquivo