Novos cursos de curta duração foram inspirados nas licenciaturas de José Sócrates e Miguel Relvas

Vítor Elias 4 de Fevereiro de 2014

O Governo vai avançar nos politécnicos com os cursos de curta duração, cursos que duram apenas dois anos e dispensam exame de acesso.

Ao que o IP apurou, esta nova modalidade académica foi inspirada nas licenciaturas e Sócrates e Relvas. “Chegam ao politécnico num Domingo, dizem que foram membros de um grupo de danças tradicionais húngaras, recebem as equivalência, vão almoçar, voltam e já têm o diploma em Carpintaria Técnica”, explicou Nuno Crato. Já as praxes destes cursos vão limitar-se a uma estalada no caloiro logo de manhãzinha”. VE

Tópicos

Últimas

Do arquivo