Ministra das finanças não se compromete com prazo para descida dos impostos mas diz que 15 dias antes das eleições é uma data razoável

Mário Botequilha 24 de Janeiro de 2014

A ministra das finanças, feliz da vida por ter cobrado impostos a mais para baixar o défice, diz que não é razoável falar em datas para baixar o IRS.

Mas, em declarações ao INIMIGO e à revista da Popota, Maria Luís Albuquerque abre as portas à descida de vários impostos cerca de 15 dias antes das próximas eleições legislativas. “Se for assim, será uma coincidência diabólica”, avisa desde já a senhora. MB

Tópicos

Últimas

Do arquivo