Portas avisa que ainda não chegou o momento de dizer como Portugal vai sair do programa mas, em princípio, será de rastos

Mário Botequilha 8 de Janeiro de 2014

O Vice deu sinal de vida numa entrevista à Renascença.

Entre outros assuntos que fizeram parar o país para o ouvir, Paulo Portas avisou que ainda não chegou o momento de definir como Portugal vai sair do programa de assistência, em Maio, mas tudo indica que será de rastos e ligado à máquina. “Fora isso, o João Almeida lá continua a dirigir as polícias como secretário de estado e isso é que importa”, salienta o Vice. MB

Tópicos

Últimas

Do arquivo