Passos fez as contas e diz que programa cautelar vai durar um ano e acabar em 2022

Mário Botequilha 13 de Dezembro de 2013

O PM disse ontem, na TVI e TSF, que o programa cautelar deverá durar cerca de um ano.

Segundo as contas feitas com o habitual brilhantismo pelo chefe de governo, isso quer dizer que o programa deverá durar até 2022, 2025 no máximo. Passos também garante que não é necessária a concordância do PS, pelo que não vai contactar António Costa, José Sócrates ou Mário Soares. MB

Tópicos

Últimas

Do arquivo