Cidadãos angolanos investigados pelo Ministério Público apresentam pareceres do pai do Código Penal, do pai da Constituição e do pai do défice

Mário Botequilha 1 de Novembro de 2013

José Eduardo dos Santos pode ter acabado com a parceria estratégica entre Angola e Rui Machete mas a ligação entre os cidadãos angolanos alegadamente investigados por fraude fiscal e branqueamento de capitais e alguns portugueses está para durar.

Segundo o nosso suplemento PÚBLICO, alguns dos altos dirigentes angolanos investigados pelo DCIAP, sem sequer terem sido formalmente acusados de crimes, já apresentaram vários pareceres, de reputados penalistas, em sua defesa. São, diz o PÚBLICO, os casos de um jurista considerado o pai do Código Penal, assim como outros eminentes catedráticos tidos como o pai da Constituição, o pai do défice, o tio das privatizações ou a prima de França da banca. MB

Tópicos

Últimas

Do arquivo