NSA espiou tese de mestrado de José Sócrates

Fábio Benídio 25 de Outubro de 2013

Segundo o jornal francês “Le Monde”, a Agência de Segurança Nacional (NSA) dos Estados Unidos espiou diplomatas franceses em Washington e nas Nações Unidas, através de um sofisticado programa chamado Genie.

Mas o jornal vai mais longe e revela que o mesmo software foi usado para aceder à conta de José Sócrates na “Sciences Po” do “l’Institut d’Études Politiques de Paris” e espiar todos os “copy/paste” da Wikipédia que o ex-primeiro-ministro terá feito no último ano para concluir a sua tese de mestrado sobre a tortura. O Genie, descobriu o IP, inicia automaticamente a gravação dos dados assim que detecta o uso de palavras como “merda” e “estupores” e procede, posteriormente, à descodificação dos mesmos, uma vez que se encontravam encriptados com um código criado por Armando Vara. Por confirmar está a informação de que tenha sido Snowden o “garganta funda” do “Correio da Manhã” nos últimos dois anos, vazando informações sobre os pequenos-almoços sumptuosos do ex-primeiro-ministro num café de Paris. FB

Tópicos

Últimas

Do arquivo