CGTP já tem 100 mil motas de água para contornar proibição de manifestação na ponte

Mário Botequilha 10 de Outubro de 2013

A CGTP decidiu que vai mesmo atravessar o Tejo, em Lisboa, na manif da semana que vem.

Com os problemas colocados à travessia a pé da ponte 25 de Abril, Arménio Carlos pôs a solidariedade sindical internacional a funcionar e conseguiu arranjar para cima de 100 mil veículos aquáticos, para transportar os manifestantes da Cova do Vapor ao Terreiro do Paço, entre motas de água, gaivotas, botes insufláveis do chinês e o cacilheiro de Joana Vasconcelos. O lema da manif passou a ser “Governo para a rua! (traz uma bóia)”. MB

Tópicos

Últimas

Do arquivo