Jesus exige que a PSP venda os agentes de Guimarães ao Fenerbahçe

Mário Botequilha 23 de Setembro de 2013

“Isto é como o Cardozo, depois da final da Taça: ou eles ou eu.

Ou as pessoas deles pegam nos tarecos e vão-se embora ou a minha pessoa não tem condições para continuar.” É deste modo enfático que Jorge Jesus coloca o problema levantado pela altercação que teve com agentes policiais e stewards depois do jogo com o Vitória, em Guimarães.

“A PSP que venda os sujeitos ao Fenerbahçe ou o cacete porque eu não estou para aturar isto. Se os turcos queriam o Cardozo em Julho é porque gramam gajos bons ao nível do chega para lá. Digo eu, não sei. O presidente Vieira é que está a tratar disso.” MB

Tópicos

Últimas

Do arquivo