Polícia detém incendiário que ateava polémicas inúteis no Facebook

João Henrique 1 de Setembro de 2013

A Polícia Judiciária anunciou ontem a detenção de um homem suspeito do crime de incêndio no Facebook.

O indivíduo, de 35 anos, já com antecedentes nos incêndios de Judite de Sousa, Rita Pereira e Pingo Doce, escreveu 10 mil vezes “Os meus sentidos pêsames aos familiares dos heroicos bombeiros falecidos” nos comentários ao post do Facebook da Presidência dedicado a António Borges usando 35 perfis diferentes. O comunicado da PJ adianta que o suspeito confirma o perfil habitual dos incendiários do Facebook: sem ocupação profissional, demasiado tempo livre, situação familiar e social profundamente disfuncional e enorme atraso cognitivo. O indivíduo ficou em prisão preventiva e arrisca uma pena de 5 anos sem Facebook e só poderá indignar-se no Google +. JH

Tópicos

Últimas

Do arquivo