Homens-estátua da Rua Augusta obrigados a passar factura

João Henrique 11 de Agosto de 2013

O Ministério das Finanças continua na guerra para reduzir a economia informal a zero.

Depois dos vendedores de melões à beira da estrada, agora são os artistas de rua a serem obrigados a cumprir as novas regras de emissão e comunicação de facturas. “Isto de ter o portátil ali ao lado e passar o tempo todo a registar números de contribuinte para imprimir o talão durante a actuação quebra completamente a dinâmica do espectáculo”, lamentou o homem-estátua. Esta medida fiscal está já a causar inúmeros acidentes de trabalho. Ainda ontem um malabarista foi hospitalizado depois de ter deixado cair uma tocha de fogo em cima dos pés enquanto trocava o rolo da máquina. JH

Tópicos

Últimas

Do arquivo