Bandeira de Portugal queimada na Bolívia ardeu rapidamente porque foi feita de polyester na China

Vítor Elias 10 de Julho de 2013

Centenas de apoiantes de Evo Morales queimaram bandeiras de Portugal, França, Espanha e EUA.

Ao que o IP apurou, as bandeiras portuguesas eram “Made in China”, 90% polyester e 10% urânio enriquecido, daquelas que têm pagodes em vez dos castelos, e por isso incendiaram-se com uma rapidez extraordinária, pegando fogo ao cabelo de um dos manifestantes que assim pareceu estar a imolar-se e desencadeou sem querer uma “Primavera Boliviana”. Cavaco Silva também vai passar a queimar a bandeira, pois assim não têm de se preocupar se está para cima ou para baixo. VE 

Tópicos

Últimas

Do arquivo