Cavaco Silva vai ouvir toda a gente até 2015 , ano de novas eleições legislativas , facto que impede Cavaco Silva de decretar eleições antecipadas

António Marques 9 de Julho de 2013

Cavaco começa hoje uma maratona de reuniões. Primeiro, Cavaco vai ouvir o PS, PCP , BE e Os Verdes, depois o PSD e o CDS, depois a CGTP e a UGT, depois a CIP e a CAP, depois os ex-Presidentes da República, depois os ex-primeiros-ministros ( Com a excepção de Sócrates ! ) , depois a Igreja e a Sociedade Civil e, por fim, Cavaco vai ouvir pessoalmente em Belém a opinião de todos os 10 milhões de portugueses. Toda esta auscultação geral de Cavaco ao país só vai terminar em 2015, pelo que a marcação de eleições antecipadas está fora de questão, pois 2015 é o ano das novas eleições legislativas. A.M

Tópicos

Últimas

Do arquivo