Novo Governo do Irão quer fazer reforma do Estado e despedir 500 mil religiosos da Função Pública

António Marques 28 de Junho de 2013

O novo Presidente do Irão, Hassan Rohani, quer um entendimento com o ocidente, ao contrário de Mahmud Ahmadinejad, cujo PEC IV previa a destruição de Israel, a nacionalização da top-model judia Bar Refaeli e a anexação da Amareleja (Rohani veste o traje tradicional xiita, pelo que fica provado que os líderes árabes que se vestem como os ocidentais, como Ahmadinejad, Bashar al-Assad ou Ângelo Correia, é que são os piores!).

O novo presidente Rohani, que obteve mais de 50% dos votos, tem o apoio do Líder Supremo do Irão, o ayatollah Ali Khamenei, que é quem realmente manda no país (algo como se em Portugal quem mandasse fosse o Cardeal Patriarca D. Policarpo ou o João César das Neves!). Já o terrível e mediático Ahmadinejad, retirou-se da vida política, pois já tinha cumprido 2 mandatos. Inacreditável, Ahmadinejad dá lições de cultura democrática a Menezes e a Seara. A.M

Tópicos

Últimas

Do arquivo