10 milhões de portugueses vão viver para a garagem do presidente da Reserva Federal americana

Mário Botequilha 21 de Junho de 2013

Ben Bernanke afundou ontem as bolsas americanas, europeias, asiáticas e, julga-se, marcianas.

O presidente do banco central dos EUA anunciou a retirada de estímulos monetários à economia norte-americana e os juros da dívida portuguesa a dez anos passaram de 6,09% para 6,41%, o risco de bancarrota subiu para mais de 30% e Luís Filipe Vieira cancelou a compra de um autocarro cheio de sérvios. Passos Coelho está em conversações com Obama para que dez milhões de portugueses possam mudar-se para a garagem da casa de Bem Bernanke já na terça-feira. Isaltino diz que fica cá. MB

Tópicos

Últimas

Do arquivo