Feira do livro: Passos obriga a cortar 10% das edições com mais de 65 anos

Mário Botequilha 24 de Maio de 2013

A feira do livro de Lisboa começou ontem e ficou marcada por uma decisão do governo que gerou certa indignação entre os alfarrabistas: a exemplo do que fez nas pensões, Passos Coelho determinou que todos os livros com mais de 65 anos deverão perder entre 10% e 40% das páginas para que se consiga manter o nível de analfabetismo funcional no país.

A lei abre uma excepção para o livro do deputado Miguel Frasquilho, “que apesar de ter sido lançado há poucos meses, manifesta uma sabedoria secular”, explicou o ministro Poiares Maduro. MB

Tópicos

Últimas

Do arquivo