Amnistia critica uso excessivo do memorando

Mário Botequilha 23 de Maio de 2013

A Amnistia Internacional considera que a polícia portuguesa usou de força excessiva nas manifestações do ano passado.

Mais: a AI entende que Portugal usa e abusa do fisco para agredir as pessoas e que Passos Coelho utiliza o memorando da Troika para “dar porrada a 10 milhões de pessoas muito para lá do razoável” (pág. 23). “Vejam lá isso”, recomenda a AI (Conclusões e seguintes). MB

Tópicos

Últimas

Do arquivo