Paulo Portas salvou Coligação ao minuto 92 do Conselho de Ministros

Vítor Elias 13 de Maio de 2013

Tal como o Kelvin salvou o FC Porto ao minuto 92 no “derby”, também tudo parecia perdido para o Governo no final do Conselho de Ministros quando, de repente, já ao cair do pano, Paulo Portas arranca para o centro da sala, recebe uma dica do Pedro Mota Soares, controla e chuta um “aceito tudo”.

Assim que as exigências do PSD tocaram nas redes, Passos Coelho e Vítor Gaspar entraram em euforia e gritaram “E quem não salta, é democrata-cristão”. António José Seguro ajoelhou-se e chorou. VE

Tópicos

Últimas

Do arquivo