Joana Vasconcelos transforma 30 mil funcionários públicos para serem pendurados na sede do FMI

Mário Botequilha 6 de Maio de 2013

Os 30 mil funcionários do Estado com que Passos e Gaspar querem correr já têm destino.

A exemplo do que aconteceu com o cacilheiro que já partiu para a Bienal de Veneza, a artista plástica Joana Vasconcelos vai pendurar tampões e tampas de tachos e naperons e não sei quê nos dispensados, que depois serão utilizados na decoração das sedes do FMI, BCE e Comissão. Vítor Gaspar quer um para pendurar no espelho retrovisor do carro porque disseram-lhe que dá sorte. MB

Tópicos

Últimas

Do arquivo