Portugal demite-se de ser um país, invocando falta de condições anímicas

António Marques 5 de Abril de 2013

O esperado aconteceu finalmente.

Depois de 800 anos de várias polémicas e de muitas contestações, Portugal resignou da sua condição de Estado Soberano. Em conferência de imprensa, Portugal afirmou que deixa de ser um país “ Por vontade própria “ , alegou “ Falta de condições anímicas “ e revelou que “ Esta decisão foi tomada há semanas em conjunto com a Alemanha “. O país demissionário manifestou “ O orgulho de ter integrado a Europa e o mundo durante 8 séculos “ . Portugal afirmou por fim que “ Sei que só a história julgará com a objectividade e distância temporal indispensável o meu percurso como país “ . Angela Merkel aceitou a demissão de Portugal , que passará agora a ser o 17º Estado Federal da Alemanha. A.M

Tópicos

Últimas

Do arquivo