Milionários portugueses oferecem prémio a quem inventar o coito interrompido do futuro

Vítor Elias 29 de Março de 2013

O multimilionário Bill Gates está a oferecer 100 mil dólares a quem criar o que ele considere o preservativo do futuro, que seja mais fácil de usar, mais barato e previna assim doenças sexualmente transmissíveis em todo o mundo.

Inspirados por este exemplo do famoso empresário, magnates portugueses decidiram oferecer um estagiou profissional co-financiado (90%) pelo IEFP a quem inventar o que eles considerem o coito interrompido do futuro, que torne “mais fácil e mais barato retirar o pirilau da passarinha”, conforme explicou Joe Berardo ao IP. Álvaro Santos Pereira garante que este gesto mostra a inovação e empreendorismo dos nossos empresários. 

Tópicos

Últimas

Do arquivo