‘Lepra política’ de Franquelim Alves obriga Governo a ficar de quarentena

Vítor Elias 14 de Fevereiro de 2013

O PS acusou Franquelim Alves de ter “lepra política”.

Ao que o IP apurou, o secretário de Estado tem de facto essa grave doença política e, como mandam os regulamentos sanitários e a prudência, não se sabendo se contagiou os restantes membros do Governo, todo o Executivo deverá ficar de quarentena durante 40 dias. Afastados da vida pública durante esse período, sem poderem tomar qualquer decisão, é provável que a recessão trave ou mesmo que os portugueses vejam algumas melhorias económica durante esse mês e pouco. Depois, quando o Governo sair da quarentena, os portugueses voltarão à peste bubónica onde estão atolados. VE

Tópicos

Últimas

Do arquivo